Política de privacidade e cookies

A Oticon Medical vai armazenar cookies no seu computador para ajudar a tornar este site melhor. Para saber mais sobre os cookies, consulte nossa Política de Cookies. Ao usar este site você aceita a utilização dos cookies.
Top Image, About Oticon Medical
 

Grande debate sobre sistemas auditivos de condução óssea – Great Debate in BAHS 2015

O grande debate sobre sistemas auditivos de condução óssea (Great Debate in BAHS 2015) da Oticon Medical estimulou o compartilhamento de conhecimentos, opiniões e informações sobre os melhores tratamentos e caminhos de tratamento no cuidado auditivo de condução óssea

Mais de 80 médicos renomados se reuniram na Oticon Medical de Kongebakken, na Dinamarca, para participar no grande debate sobre sistemas auditivos de condução óssea (Great Debate in BAHS 2015). A conferência durou um dia e contou com a presença de pensadores de vanguarda, cirurgiões e audiologistas em uma série de sessões interativas que promoviam a discussão e o debate sobre as mais recentes pesquisas e avanços em cuidados auditivos de condução óssea.


 
"Em uma área de cuidados auditivos que teve progressos impressionantes nos últimos anos, é de se esperar que haja diversas experiências, pontos de vista sobre a eficácia e eficiência de tratamentos e caminhos de tratamento para soluções auditivas de condução óssea", declarou Jes Olsen, Presidente da Oticon Medical. "Nosso objetivo é proporcionar um fórum de alcance mundial, a fim de estimular o compartilhamento e a discussão para continuarmos nesse caminho de avanço. Através do grande debate e das reuniões científicas da Oticon Medical, criamos oportunidades para uma colaboração profissional que aumenta a capacidade dos cirurgiões e audiologistas em fornecer os benefícios centrados nos pacientes, que tornam as soluções de condução óssea uma opção viável para cada vez mais pessoas".

Conteúdo esclarecedor, formato atrativo

Apresentações rápidas de 5 a 10 minutos em cada uma das seis sessões temáticas organizadas para promover a colaboração, o debate sobre os melhores tratamentos e caminhos de tratamentos em audição por condução óssea. Para facilitar as discussões, os participantes usavam um sistema de votação eletrônica no início e no final de cada sessão para avaliar como as informações compartilhadas afetaram suas opiniões sobre o tema.

O Prof. Manohar Bance, Chefe do Departamento de Otolaringologia - Cirurgia de Cabeça e Pescoço, da Universidade de Dalhousie, no Canadá, presidiu a uma sessão sobre "Tratamentos percutâneos e Tratamentos transcutâneos. Os participantes discutiram técnicas cirúrgicas aprimoradas que tornaram a técnica de preservação de tecido uma opção muito mais viável. Especialistas também constataram que a recente disponibilidade de tecnologias ativas e passivas para sistemas auditivos de condução óssea requerem a avaliação de uma equipe multidisciplinar antes da seleção de um dispositivo apropriado.

Na sessão sobre "Adaptação bilateral e unilateral de sistemas auditivos de condução óssea", o Dr. Bance convidou os participantes a considerar os benefícios do implante bilateral e as implicações em termos de custos. Dr. Bance e sua equipe pediram aos participantes que considerassem o custo em função das provas de que os aparelhos bilaterais melhoram a percepção da fala, a localização do som e a qualidade de vida.

O Dr. James Tysome, Consultor em Otorrinolaringologia e Cirurgião da Base do Crânio dos Hospitais Universitários de Cambridge, NHS Foundation Trust, conduziu uma sessão sobre "Surdez unilateral: opções de tratamento e acesso". O Dr. Tysome e uma equipe de especialistas promoveram uma discussão entre os participantes, sobre as implicações da sombra acústica na compreensão da fala, a mecânica de vibração do crânio e a atenuação transcraniana na seleção de aparelhos adequados para pacientes com surdez unilateral.
A sessão "Seleção, avaliação e protocolos de tratamento de pacientes" focou nos processos de seleção, investigação e planejamento pré-operatório de pacientes com perdas auditivas condutivas e mistas. A sessão foi presidida pela Dra. Penny Feltham, Cientista Clínico do Central Manchester Foundation Trust. A Dr. Feltham e sua equipe destacaram a importância do aconselhamento aos pacientes e citaram os desafios que os médicos enfrentam no processo de tomada de decisão.

Peter Monksfield, um Cirurgião Consultor de Otorrinolaringologia do Hospital Queen Elizabeth, em Birmingham, conduziu a sessão sobre "Medidas de resultados". Juntamente com outros especialistas, o Dr. Monksfield analisou os resultados qualitativos e quantitativos de aparelhos auditivos de condução óssea com uma apresentação específica sobre os resultados medidos em crianças. Também foi proposta uma nova maneira de observar os resultados centrados em pacientes.

Na sessão de encerramento, o Dr. Anivan Banerjee, Cirurgião Consultor de Otorrinolaringologia dos Hospitais Universitários South Tees, NHS Foundation Trust, conduziu os participantes em uma discussão sobre o "Design de abutments e implantes". A discussão focou no que seria o design de um implante "ideal", incluindo a integração de fatores materiais, físicos, químicos, mecânicos e biológicos. A instalação, a manutenção e suas respectivas importâncias para a longevidade e a robustez do implante também foram abordadas. Especialistas também compartilharam as mais recentes pesquisas sobre procedimentos cirúrgicos para melhorar a estabilidade e a condição da pele, além das vantagens de implantes de maior diâmetro para pacientes pediátricos.

Aprendizados dos participantes

O grande debate gerou uma resposta muito positiva dos participantes. Muitos comentaram sobre a natureza instigante das apresentações curtas, mas repletas de informações. "Este foi um dos encontros mais úteis e valiosos que já participei, com uma abordagem integrada que incluiu tanto cirurgiões como audiologistas", disse o Dr. Banerjee. Vários participantes relataram que a combinação entre tópicos cirúrgicos e audiológicos forneceu uma perspectiva mais ampla do tratamento auditivo de condução óssea, o que certamente influenciará nas práticas em clínicas, muitas das quais possuem equipes multidisciplinares.

O Dr. Ravi Sockalingam, Diretor de Pesquisas Clínicas e Relações Profissionais da Oticon Medical, declarou que o grande debate foi um enorme sucesso, observando que o fato de que todos podiam participar da votação de importantes questões tornou a conferência ainda melhor. "O grande debate proporcionou uma plataforma importante para que médicos e pesquisadores deixassem de lado seus preconceitos e opiniões preconcebidas e discutissem ideias em um ambiente agradável com um único objetivo em mente: melhorar os resultados apresentados pelos pacientes no Reino Unido, dado as limitações do sistema em que eles trabalham", comentou.

Juntos somos mais fortes
Sinergias para o futuro
Contato

Para saber mais sobre os nossos produtos, entre em contato com seu distribuidor ou representante local da Oticon Medical.

 

> Contato